A maioria das escolas irá enfrentar em 2019 um novo desafio: conhecer e aplicar a nova Base Nacional Comum Curricular, aprovada e homologada recentemente. Entender detalhadamente qual é a proposta para cada área de conhecimento é essencial e, por isso, neste post trataremos da BNCC Língua Portuguesa.

implementação da BNCC envolve todo um processo que ainda está apenas no início. Neste artigo, trazemos uma visão introdutória sobre o tema. Explicaremos o que é a BNCC, como é organizada e quais são algumas das novidades para a área de Linguagens. Confira! 

O que é BNCC? 

A Base Nacional Comum Curricular (BNCC) é um documento oficial criado pelo Ministério da Educação (MEC). Ele define o conjunto progressivo de aprendizagens que os alunos devem desenvolver durante sua escolaridade. É dividido em etapas: Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio, contemplando toda a Educação Básica.

Como funciona o BNCC Língua Portuguesa?

A BNCC está organizada em torno de 5 áreas de conhecimento: Linguagens, Matemática, Ciências Humanas, Ciências da Natureza e Ensino Religioso. Apesar de sua importância, a Língua Portuguesa é apenas um dos componentes curriculares da área de Linguagem, juntamente com Artes, Educação Física e Inglês.

Portanto, é importante que a escola entenda que os conteúdos desses componentes curriculares são, na verdade, ferramentas para o desenvolvimento das competências definidas para a área em que a disciplina está inserida. Eles não podem ser considerados um fim em si mesmos. Quando a BNCC fala especificamente do componente curricular Língua Portuguesa, ela propõe quatro grandes eixos:

  • leitura/escuta;

  • produção (escrita e multissemiótica);

  • oralidade;

  • análise linguística/semiótica (reflexão sobre a língua, normas-padrão e sistema de escrita).

É fundamental destacar que, quando se trata desse último ponto, a BNCC é muito clara ao afirmar que o objetivo não é simplesmente estudar as regras e normas. Elas devem ser utilizadas para que, ao entendê-las, o estudante amplie sua capacidade de usar a língua ou linguagens em práticas situadas, tanto no que diz respeito à leitura quanto à produção.

Assim, o objetivo dessas normas é fazer com que os alunos se tornem capazes de compreender a mensagem transmitida pelo texto em sua plenitude, sem os ruídos de comunicação que podem surgir devido ao desconhecimento das normas. O mesmo vale para quando eles desejam expressar seus pensamentos e conhecimentos, seja de forma oral ou escrita. 

Quais são as novidades do BNCC Língua Portuguesa?

Dentre as principais novidades trazidas pelo BNCC, podemos destacar algumas a seguir.

Valorização de diferentes gêneros textuais e linguagens 

A BNCC entende que diferentes formatos e gêneros textuais fazem parte da vida das pessoas e devem ser explorados também em sala de aula. É válido trazer HQs e receitas, mas também abordar a produção digital, como e-mails, blogs, podcast, memes, vlogs e outros formatos típicos da cultura jovem atual.

Heterogeneidade de vozes

Os meios digitais facilitam a comunicação, mas também existe o risco de as pessoas dialogarem apenas com ideias muito semelhantes. O estudo da linguagem deve favorecer o conhecimento de vozes diferentes, heterogêneas, que expressem pontos de vista diversos daqueles compartilhados por uma determinada “bolha”. Também é necessário abordar variações linguísticas relacionadas ao uso de expressões, vocabulário, gírias etc.

Interatividade

O consumidor da informação não é passivo. Ele tem acesso à linguagem por diversos canais, inclusive as mídias sociais. No entanto, ele recebe esse conteúdo e também interage, recontextualiza e o transforma. Um exemplo é a publicação de memes, que são adaptados a diferentes situações e podem ser utilizados para entender a reação do público a fatos, situações e notícias.  

Um dos objetivos é justamente levar os estudantes à reflexão, ao entendimento da função social dessas peças de linguagem. Analisá-las de forma crítica é essencial para uma postura interativa e responsável no mundo digital, a fim de entender as diferentes realidades e pontos de vista que representam.

É importante salientar que a BNCC Língua Portuguesa promove um ensino centrado nos multiletramentos. A escola tem o dever de preparar o estudante para lidar com a linguagem em diversas situações, o que inclui conteúdo digital e a presença de Tecnologias Digitais da Informação e da Comunicação (TDIC). 

Quer conhecer uma ferramenta capaz de ajudá-lo a desenvolver as competências previstas pela BNCC Língua Portuguesa em sua escola? Converse com os especialistas da Guten! Aguardamos seu contato!