Para atender às novas demandas do mundo moderno, cada dia mais os educadores concordam em oferecer um ensino que extrapole os conteúdos da grade curricular tradicional e contemple a tecnologia, seja como recurso didático para o professor ou como fórmula de estímulo para o aluno. No entanto, é necessário sempre levar em conta a essência dos objetivos pedagógicos, sendo os recursos tecnológicos e digitais instrumentos importantes para fomentar o aprendizado.

Por isso, elencamos alguns pontos essenciais para mostrar a importância da tecnologia na educação. Confira!

O mundo digital

Temos hoje inúmeros dispositivos digitais (como computadores e smartphones, para citar apenas os mais populares) e a tendência é que a presença desses dispositivos aumente cada vez mais em nossas vidas. Segundo a ManpowerGroup, empresa americana de RH, nossas crianças provavelmente exercerão profissões que ainda não existem, quase todas voltadas para a área tecnológica.

Não podemos fechar os olhos para um futuro próximo, no qual já não é possível ficar apenas no pacote Office. Ter uma educação pautada no uso da tecnologia será o diferencial para o mercado de trabalho nos próximos anos.

Adaptação às novas demandas

Em 2016, chegou a 92% o número de escolas urbanas brasileiras que possuíam rede Wi-Fi, de acordo com a pesquisa TIC Educação 2016, feita pelo Centro de Estudos sobre as Tecnologias da Informação e da Comunicação (Cetic).

O número é animador, mas o levantamento aponta que o uso da rede sem fio ainda é restrito dentro das escolas: 61% dos diretores disseram que o acesso não é liberado aos estudantes. Isso é ruim, tendo em vista que impede que eles mesmos explorem todo o potencial dos recursos tecnológicos em benefício do conhecimento.

O estudo serviu também para avaliar como os professores enxergam a tecnologia na educação. A percepção da maioria é positiva. Confira:

  • 67% passaram a ter contato com profissionais de outras unidades escolares;
  • 77% garantiram que ficou mais fácil se comunicar com os alunos;
  • 94% afirmaram que têm acesso a materiais mais qualificados e diversificados.

O mundo sofreu grandes transformações e, no cenário atual, é preciso complementar o uso dos modelos tradicionais (quadro-giz) e se adaptar às novas demandas. Disseminar o uso da tecnologia dentro da escola é fundamental para garantir que a escola reflita a realidade social vigente, além de propiciar um ambiente interativo e mais próximo da realidade dos estudantes.

Nativos digitais

Diferente daqueles nascidos antes do advento da internet e que vivem a transição do mundo analítico para o digital, as crianças atualmente já nascem imersas no mundo tecnológico. Melhor do que barrar o uso ou ser avesso à aplicação de novos métodos é ensinar aos alunos um uso proveitoso dos recursos disponíveis.

Se você lê este texto de um celular, saiba que tem em mãos um dispositivo com capacidade de processamento superior ao computador da NASA que colocou o homem na lua. Mas, qual o uso que estamos dando a ele?

Incentivar o uso consciente da tecnologia é tornar o aluno mais do que um simples usuário ou espectador desse recurso. É dar a ele suporte para ir além, explorar, criar e ser inventivo.

Tecnologia na educação: proibir ou estimular

É papel fundamental da escola preparar o aluno para o mundo moderno que, querendo ou não, é ditado pelo uso massivo da tecnologia. Em vez de impedir o uso, devemos usar o espaço da escola para estimular e educar para o uso adequado desse recurso.

No entanto, é preciso saber que, utilizando a tecnologia, estamos entrando no campo de conhecimento do aluno, haja vista que muitos deles possuem um domínio maior que o dos professores. É um lugar onde ele se sente à vontade para ser inventivo e usando ferramentas habituais como computadores e celulares em prol da educação.

A tecnologia deve estar presente de forma crítica na escola. Os recursos digitais devem ser aliados às práticas de ensino e ao projeto pedagógico. Além disso, é essencial educar para saber discernir a informação correta dentro de um mar de dados e entender que a internet vai além do Google ou das redes sociais.

Usar ou não a tecnologia na educação já não é mais tema de debate. A nova pauta é saber qual a melhor forma de usufruir desse recurso e como vamos alfabetizar nossos alunos para a linguagem tecnológica.

Achou nosso conteúdo relevante? Entre em contato conosco e leve sua escola para a era digital.

Powered by Rock Convert